Cersaie 2021: passeio pela superfície da casa

por Mariana Prestes, designer

A inspiração em elementos da natureza predomina entre os produtos apresentados na Itália ao mundo durante a recente 38ª Cersaie – International Exhibition of Ceramic Tile and Bathroom Funishings. Igualmente uma tendência importante é o evidente toque da arte no design de superfície e, tanto quanto o quesito sustentabilidade, a artigianalità é destacada nas coleções concebidas para acolher e gerar beleza.

Após apresentar meu green pass na entrada, percorri atentamente a feira, com o olhar de uma designer que atua bastante na área de superfícies e da arte, além do design de produto e mobiliário. Eu me senti “em casa”. Acostumada a percorrer o Salone del Mobile Milano, onde há mais ambientes montados ou instalações atrativas com os móveis, esta plataforma de lançamentos para o mundo dos revestimentos me surpreendeu pela diversidade de produtos e pelo esforço de apresentar os lançamentos de forma criativa. Realizada de 27 de setembro a 1 de outubro em Bologna, a uma hora de Milano, onde moro, deixa evidentes as linhas que marcam este momento pós-pandemia. Compartilho aqui uma seleção entre os expositores de revestimentos cerâmicos, maioria entre as 623 marcas que ocuparam os 15 pavilhões da feira.

Começo com as minhas percepções gerais para depois convidar a um passeio pelos produtos e stands escolhidos como representantes das tendências ou vertentes, muitas das quais alinhadas com as percepções da Portinari, o que me encheu de orgulho como brasileira. Observei que padrões botânicos e urban jungle predominaram entre os figurativos trends, chegando até a florais com acabamento em verniz localizado para tornar a peça única, esforço notado em cada solução estética e funcional. Na Coleção Nuances da Natureza, criação de Juliana Medeiros inspirada em poemas de Portinari, lançada em 2020, a marca que carrega a arte no nome já adotava o design biofílico em obra que resultou em formas e cores alinhadas até hoje com as atuais tendências globais.

Tendência Cersaie 2021

Coleção Portinari – assinada pela arquiteta Juliana Medeiros

A Portinari ainda encontra muito mais eco nos lançamentos da Cersaie. Com a linha Lanquin como os mármores verdes encontrados na feira, a força da coleção Cênica, o Violin com seus tacos de madeira, o ônix da coleção Mozart, a proposta de aplicação da coleção Cannes e o aquarelado da Bravio, além dos tons pastel das coleções Intuitive e Macramê e dos metais envelhecidos como a linha Heavy, entre outras relações possíveis que mostro ao longo do nosso passeio.

Tendência Cersaie 2021

Coleção Portinari – Heavy Metal DBL NAT 80×160 

Volumes ópticos, também presentes em linha da Portinari, propostos na Cersaie vão do perolado claro até um tom similar ao fendi e as lastras de porcelanato têm múltiplos módulos para proporcionar paginações variadas. Já as cerâmicas mostradas na feira evidenciam o esforço para apresentar novos formatos orgânicos, e os metalizados conquistaram o seu lugar, assim como os cimentícios.

Mas os ventos de novidade chegam até aos padrões geométricos, que saem do comum, e os materiais de tons sólidos ganham espatulados que sugerem imperfeições naturais. Tudo para gerar aconchego, a partir dos indícios da presença da mão humana, como já falei, com o toque único de técnicas de arte como a aquarela. Vamos confirmar isso tudo percorrendo os estandes que selecionei e compartilho por meio das minhas fotos.

Tour pela feira

Comecemos o passeio pelo pavilhão 26, onde entrei em busca das marcas que sabia serem as tops. Chamou minha atenção primeiro o Recycle Ceramic, ou seja, que trabalha com muitas peças com 90% da matéria prima reciclada (outras cerâmicas) e também com acabamento antibacteriano. Foi o primeiro estande que avistei. As primeiras peças no exterior tinham relevo que lembra a superfície das peças de Lego. Fiz fotos para mostrar a paleta cromática, que vai dos tons pastel lisos até vermelho, azul e verde mais intensos e com efeito de desgaste ou de cerâmica artesanal irregular.

Entre o mix de produtos da marca, vi também as primeiras peças com artes figurativas e abstratas vindas da pintura feita à mão, além de geométricos com toque artístico. Todos na paleta suave dos tons pastel.

Neste estande, ainda chamaram a minha atenção os revestimentos com efeito de metal/aço corten (lembrei do maravilhoso Heavy da Portinari) e outras propostas geométricas de recortes para os módulos. Aparecem neste estande e de vários outros fabricantes o efeito de pedra (tipo granilite) com pontinhos irregulares e geralmente em três tons, com variação de tamanhos. Diferente, mas lembrei do produto Mount Clemo, da Portinari, revestimento que remete a pedra com cascalhos de diferentes tamanhos na sua composição e tem um resultado lindo.

Maravilhosa: para mim, este foi um dos pontos altos da Cersaie, pelos produtos e ambientes montados para visualizar uma casa inteira. Eu já havia visto os produtos aplicados em ambientes da Casa Fluida, projeto da Elle Decor Italia, durante a Milan Design Week, no mês de setembro. Foi muito bom rever os revestimentos com grafismo e floral muito elegantes. O pattern com costela-de-adão, e outros, vêm da aquarela (talvez apenas um seja fotográfico). O da costela-de-adão ficou lindo demais. (Lembram a proposta também bonita da Portinari, com a folha em baixo-relevo da Nuances da Natureza?).

Acredito que este estande resume tudo e comprova que dá para fazer figurativo com elegância e geométrico com um toque diferente. Aqui vale referir o revestimento Monte Etna, da Portinari, uma proposta geométrica capaz de gerar um efeito óptico que varia conforme a paginação adotada.

Coleção Monte Etna da Portinari

Neste ambiente, não faltam tons terrosos, como de argila, e texturas em propostas atemporais com propostas atuais. Destaco um material que a textura lembra a de couro: a aparência traz cor sólida, com leves ondulações orgânicas no material, disposto no banheiro. Há até uma ideia para academia, mesmo as lastras florais parecendo tão delicadas para um ambiente de grande impacto de pesos.

Tendência Cersaie 2021

 

Finalmente cheguei no estande que ansiava ver pela importância da marca. Era grande o espaço, conforme o esperado, em branco, com o lançamento da lastra óptica que dá a sensação de volume e movimento, mas é plana. A linha Fiction, da Portinari, está alinhada com a “pegada” óptica recém-lançada pela renomada marca. Paredes e piso do ambiente foram vestidos com o mesmo material em preview na feira, da Luce Collection, design de superfície de Guillermo Mariotto. Tinha uma versão pérola e outra, acinzentada, valorizadas pela incidência da luz que torna a superfície 3D visualmente. O espaço reforçou o conceito de “beleza e sustentabilidade = a mistura perfeita”, “criatividade e tecnologia = a mistura perfeita”.

Tendência Cersaie 2021

Coleção Fiction Portinari

Muitas lastras com estética de pedra e piso com a aplicação de proposta que lembra a base dos antigos pisos dos palazzos italianos, mas com mais cores (naturais). Os produtos são bonitos, atemporais. Remetem à linda linha Minimalismo Bruto da Portinari. Tem pedras acinzentadas, beges, brancas e verdes e um mármore mais exótico. Chamaram a atenção os módulos diferentes, geométricos mais arredondados, quase escamas, com misto de madeira e pedra.

Tendência Cersaie 2021

Em outros estandes, tem muito grafismo aplicado nos produtos, também remetendo ao efeito da pedra, porém, é visível que foi feito com um toque de arte com padrões que ao longe parecem respingos de tinta. Aqui há também muita geometria e tons naturais pastel e também alguns mais intensos como amarelo-queimado, azul-marinho e bordô. Lembraram, com menos bossa, o trabalho da designer italiana Elena Salmistraro (que cria cerâmicas, expostas na Cersaie, com um modelo premiado).

O design de superfície que chamou atenção tem um diferencial: inclui um produto com peças que parecem galhos geométricos que vale observar no mínimo porque está exposto no ADI Design Museum Compasso d’Oro, novo museu em Milão, com menos de um ano, onde estive na abertura. Achei interessante pela simplicidade e por ser um produto com a possibilidade de personalização tanto pela escolha das cores da cerâmica quanto pelo tom do rejunte, customizando a criação.

Tendência Cersaie 2021

Tons pastel e ilustração de folhagens em outro estande tinham a companhia de detalhe com brilho e esmaltado nas folhas, além de versões com suave relevo e o floral em branco/cinza neutro. Havia grandes painéis com paisagem, solução já vista aplicada em estande do Salone del Mobile e que tem sido adotada em ambientes residenciais e corporativos. Não faltaram os clássicos mármores na coleção da marca.

 

Com a clara intenção da proposta, um dos estandes fez questão de se apresentar como um atelier de arte, com várias peças feitas a partir de pintura à mão no ambiente Maison D’Art. Grandes lastras para formar mural dentro da linha que explora os materiais tradicionais para oferecer várias propostas.

Muitas pedras e mármores exóticos, além dos neutros. Uma parede mostrava peças lisas com cores da paleta pastel: rosado, azul, amarelo e variações de bege e cinza. A Portinari está bem conectada com esta proposta dos monocromáticos e mármores esverdeados, como as coleções Cênica e Lanquin.

Tendências Cersaie 2021

 

 

Coleção Lanquin da Portinari

Coleção Cênica Portinari

Cimento, mármore (clássico e exótico) e pedra são os materiais trabalhados em outro espaço. Na composição, havia um painel de pedra com uma interferência gráfica parecendo um mapa-múndi que se completa com um grupo de módulos. Aqui teve pattern gráfico criado em pedras, possivelmente até mármore, entre os quais um remete ao padrão animal print – interessante porque é outro material da família reunido para criar o grafismo, não impressão.

Bonita a coleção de cimento, trabalhando a partir de um minimalismo rigoroso e abstrato com um calor na coloração para trazer mensagem de positividade e um aspecto mais macio. Ou seja, até materiais mais frios e racionais buscaram “humanizar”, após este momento de pandemia para trazer ainda mais aconchego.

Os mármores, pedras e também os estampados são bem bonitos e sempre revestimentos elegantes. Nos mais figurativos, há florais, mas de uma forma quase brasileira, artísticos e um pouco geométricos, e outros vão para a estética do animal print.

Mármores exóticos, que vêm sendo mostrados pelo mercado, fazem parte da extensa linha de uma das marcas mais visitadas na Cersaie. As superfícies de certos produtos mostram efeito de relevo que se assemelha a tramas naturais. E são elegantes as pequenas peças geométricas, delicadas, em relevo, com base branca. Aqui também apareceram cerâmicas com aspecto mais natural/irregular, esmaltadas, em cores azuis e verdes, além das neutras.

Floral delicado, artístico (não fotográfico) com detalhe em baixo-relevo e outro com aspecto de escamas de peixe com acabamento metálico suave. Na geometria, o acabamento lembra lapidação de pedra com um suave efeito metálico.

Achei muito interessante também um acabamento com tecido e volumes cilíndricos verticais para aplicação em parede (nas fotos, em tom marinho). Já o efeito espatulado vertical em tom cru para parede com toque natural (irregularidades, pequenos buracos). E suaves altos e baixos-relevos geométricos em cerâmicas com as clássicas cores pastel (aqui um pouco mais vivas, o rosa indo mais para o salmão).

Os produtos longilíneos, trazem lembrança a coleção Make da Portinari.

 

Coleção Make Portinari – Make PK 5×40

Este é apenas alguns dos destaques desta edição da Cersaie 2021 para se inspirar.

Relacionados

Alexandre Squassoni explora as lastras na sua primeira participação na Casacor SP

Peças da coleção Recital foram usadas para revestir o piso da cozinha Fotos: Rafael Renzo Dizem que a cozinha é o coração da casa, porque nela a família se reúne, cria memórias...

Veja mais +

Arquiteta aposta na simbologia do branco e do ouro na Casacor SP

Revestimentos Portinari reforçam tom de elegância e sensibilidade ao projeto de Brunete Fraccaroli Inspirada na simbologia do branco e do ouro, a arquiteta Brunete Fraccaroli apostou no significado subjetivo das cores para...

Veja mais +

Portinari marca presença em projeto da arquiteta Patrícia Hagobian

Ambiente é marcado pela ventilação abundante na Casacor SP 2021 Gales SGR NAT 120×120 aplicado no piso Com inspiração na necessidade de ventilação e liberdade dos dias atuais, a arquiteta Patrícia Hagobian...

Veja mais +

Comentários

Este campo é obrigatório

Este campo é obrigatório

O endereço de e-mail é inválido